Fazer a diferença com o Fê (Making the difference with Fê) - O Jogo

Beatriz Maria Lopes Correia

Orçamento: 6.500,00 €


Informação:

Este projeto pretende ser uma adaptação/complemento ao livro “Fê, herói por um dia”, criado pela Juventude CVP Local (2017). Embora este livro esteja subordinado ao tema do Tráfico de Seres Humanos, este projeto com o qual nos candidatamos pretende ser mais do que isso. Mais do que um livro! Mais do que a sensibilização para um tema específico!  
Este projeto é, objetivamente, um jogo de tabuleiro à escala humana. Encontra-se dividido em três temas, que resultam das três grandes áreas de intervenção do Centro Humanitário de S. João da Madeira da Cruz Vermelha Portuguesa, aos quais gostamos de chamar “missões”. São elas:
– “Fê no combate à violência/Fê stops violence: porque a nossa única luta deveria ser em busca do amor” (Violência Doméstica e no Namoro);
– “O Fê por todos e todos pelo Fê: Luta pelos teus direitos com o Fê” (Tráfico de Seres Humanos);
– “Finding Fê: Uma missão para encontrar dinossauros dentro de armários” (Igualdade de Género).

Com o lema “Fê: Quando um dinossauro te ensina a ser mais humano”, este projeto pretende alcançar os seguintes objetivos gerais e específicos, dentro de cada tema:

Objetivos gerais:
- Consciencializar, de forma lúdica, crianças e jovens para a defesa dos direitos humanos;
- Promover competências pessoais e socio emocionais (assertividade, respeito pelo outro);
- Desmistificar pré-conceitos relacionados com as temáticas.

Objetivos específicos:
Violência Doméstica e no Namoro
- Conhecer as várias formas de violência;
- Compreender o ciclo da violência;
- Identificar uma situação de violência;
- Adquirir estratégias de resolução de conflitos;
- Conhecer contatos úteis numa situação de violência.

Tráfico de Seres Humanos (TSH)
- Conhecer as várias formas de TSH;
- Identificar uma situação de potencial recrutamento para tráfico;
- Conhecer contatos úteis numa situação de TSH.

Igualdade de Género
- Conhecer as diferentes formas de discriminação;
- Distinguir conceitos relacionados com o género e com a sexualidade;
- Conhecer contatos úteis numa situação de discriminação.

    
De forma sucinta, este jogo funcionará da seguinte forma: cada equipa assumirá uma função distinta no jogo e, dentro de cada equipa, cada elemento poderá, ainda, assumir uma tarefa distinta, valorizando-se o contributo de todos os participantes. Só será possível completar a missão se cada equipa se empenhar no desempenho do seu papel, podendo, para isso, recorrer à ajuda das restantes, num espírito colaborativo e em prol do objetivo comum (tal qual uma “missão” real). Uma vez concluída a missão, todos os jogadores vencem. Outras regras mais específicas do jogo estão explanadas nos anexos.
    
Público-alvo:
3º Ciclo do Ensino Básico, do 7º ao 9º ano de escolaridade.
    
Local:
Prevê-se que o jogo seja aplicado nas escolas (em cotexto de sala de aula ou no espaço exterior, com a colaboração dos professores); em outros estabelecimentos de ensino vários (centros de estudo, ATL’s e semelhantes); Associações Desportivas com crianças e jovens; respostas sociais que integrem crianças e jovens (Lares de Infância de Juventude, Centros de Acolhimento Temporário, Casas Abrigo, entre outros); campos de férias; eventos vários do concelho e outros locais/momentos onde, comprovadamente, faça sentido dinamizar este jogo.

Dinâmica da sessão:
- Acolhimento e apresentação do grupo;
- Jogo;
- Reflexão, conclusões finais e encerramento.

Duração:
Cerca de 90 minutos.



Logo CM Logo JF
Logo Labor Logo O Regional Logo Informedia Logo RegionalM
APP MunicípioSJM
a sua cidade na palma da mão