Espaço florestal de gestão participada

Bruno Miguel Lisboa de Almeida

Orçamento: 7.500,00 €


Informação:

Atualmente 50% da população mundial reside em espaços urbanos. Estes espaços promovem/promoveram um conjunto de alterações tais como a definição de um micro clima, redução da biodiversidade, redução de zonas permeáveis e de espaços relacionados com a natureza, aumento da poluição e de produção de resíduos e consumo de recursos naturais - aspetos que naturalmente levam/levaram a alterações do parque arbóreo de uma cidade. A plantação de árvores em espaços urbanos constitui assim uma componente fundamental para a valorização da paisagem urbana. Infelizmente para muitas pessoas as árvores em espaço urbano continuam a ser vistas como um problema em vez de uma solução. 

Este projeto propõe-se a realização de várias sessões de trabalho dirigidas à população com vista à plantação (ou substituição se necessário) do maior número de árvores, preferencialmente autoctónes, em espaço urbano. Será dada particular importância aos argumentos apresentados pela população e aos principais condicionalismos ao desenvolvimento das árvores em espaço urbano (deficit hídrico, deficiência de nutrientes, compactação do solo, vandalismo, lesões por ação mecânica). 


Logo CM Logo JF
Logo Labor Logo O Regional Logo Informedia Logo RegionalM
APP MunicípioSJM
a sua cidade na palma da mão